Barco Hospital Papa Francisco: motivações e simbolismos

Missão, caridade, comunhão e solidariedade. São várias as palavras que podem tentar definir as motivações e os simbolismos em torno da mais emblemática embarcação que cruza desde setembro as águas do rio Amazonas.

“Estamos diante de um milagre”, disse o bispo de Óbidos (PA), dom Bernardo Johannes Bahlmann, quando recebeu o Barco Hospital Papa Francisco na primeira viagem do barco de 32 metros de comprimento após sair do estaleiro de Fortaleza, rumo à diocese paraense.

O milagre a que se refere dom Bernardo é fruto dos quatro substantivos citados acima. A missão foi confiada pelo Papa Francisco, quando visitou o Brasil por ocasião da Jornada Mundial da Juventude Rio2013.

Na ocasião, estava em um hospital mantido pela Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus e perguntou ao superintendente, frei Francisco Belotti, se já atuavam na Amazônia. Diante da negativa, os enviou em missão.O grupo que já prestava serviços de saúde em mais de 70 hospitais espalhados Brasil afora, ampliou sua atuação caritativa para o lugar indicado pelo Papa.

“Vendo a necessidade do nosso povo, o abandono do nosso povo no Oeste do estado do Pará e, sobretudo, a fragilidade da saúde na nossa região da Amazônia, o frei teve essa ideia junto comigo de ter um barco hospital”, conta dom Bernardo Bahlmann.

“Da mesma forma que o rio Amazonas, o Barco Hospital Papa Francisco não se tornou realidade em razão dos esforços de apenas uma pessoa, mas sim é fruto da dedicação e do trabalho de milhares de pessoas”, compara Francisco Belotti.Sinal de comunhão e convergência de esforços e propósitos, o projeto do barco hospital nasceu a partir da presença da Associação e Fraternidade São Francisco de Assis no território da diocese de Óbidos, onde assumiu dois hospitais.

O sinal da solidariedade remete à aplicação dos recursos para a concretização do projeto, oriundos da ação judicial contra as empresas Shell/Basf, condenadas pela contaminação do solo e do lençol freático na região de Paulínia (SP). A indenização de 200 milhões de reais por dano moral coletivo foi destinada a entidades de pesquisa e medicina a partir de análise de projetos pelo Ministério Público do Trabalho.

O barco hospital foi uma das oito iniciativas selecionadas para receber os recursos. De acordo com o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, foram destinados R$ 24.509.488,35, que foram utilizados na construção do barco hospital e R$ 696 mil para uma “ambulancha”

.Atenção aos ribeirinhos – Em agosto, durante a bênção e inauguração oficial do barco hospital, realizada em Belém (PA), o arcebispo metropolitano, dom Alberto Taveira Corrêa, falou da missão confiada por Deus à humanidade de cuidar da natureza e das pessoas umas com as outras: “A Igreja sempre descobriu e continua a descobrir as formas desse cuidado, especialmente com a vida das pessoas. E para nós na Amazônia, esta é uma imensa responsabilidade”.

O frei Francisco Belotti recorda as Obras de Misericórdia inseridas na vocação da vida religiosa consagrada, num duplo caminho de entrar na Igreja para aprender a amar e sair para servir. Atuar na assistência à saúde para ele é corresponder à missão dada por Cristo: “a partir daí, quando o governo participa com o dever e nós com a missão, o povo de Deus ganha muito”.

O Barco Hospital Papa Francisco também contará com a atitude voluntária de profissionais de saúde dispostos a dedicar seus dons às populações ribeirinhas do oeste paraense.

Como fuciona 

O projeto pretende atende mais de mil comunidades ribeirinhas e cerca de 700 mil pessoas, com dois hospitais de apoio e abrangência em doze municípios que margeiam o Rio Amazonas (Alenquer, Almerim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém e Terra Santa). De acordo com dom Bernardo Bahlmann, o barco deve funcionar duas semanas durante o mês nas comunidades e nas outras duas semanas ficará no porto de Óbidos.

Ficha técnica: • 32 metros comprimento• 23 profissionais da área da saúde (contratados e voluntários)• Capacidade para até 30 tripulantes• Salas e serviços: raio-x, mamografia, ecocardiograma, teste ergométrico, sala cirúrgica, laboratório de análises, farmácia, sala de vacinação, consultórios médicos, consultório oftalmológico e odontológico, e ainda, leitos de internação.

Fonte: https://www.cnbb.org.br/barco-hospital-papa-francisco-motivacoes-e-simbolismos/

Deixe um comentário