Missa Dominical

34° Domingo do Tempo Comum

22 de novembro de 2020

Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’.

33° Domingo do Tempo Comum

15 de novembro de 2020

Em seguida, o patrão ordenou: ‘Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Aí haverá choro e ranger de dentes!’”

32° Domingo do Tempo Comum

08 de novembro de 2020

As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar dos vendedores’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou.

31° Domingo do Tempo Comum

01 de novembro de 2020

Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

30° Domingo do Tempo Comum

25 de outubro de 2020

Jesus percebeu a maldade deles e disse: “Hipócritas! Por que me preparais uma armadilha? Mostrai-me a moeda do imposto!” Levaram-lhe então a moeda.

E Jesus disse: “De quem é a figura e a inscrição desta moeda?” Eles responderam: “De César”. Jesus então lhes disse: “Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”.

 

29° Domingo do Tempo Comum

18 de outubro de 2020

Jesus percebeu a maldade deles e disse: “Hipócritas! Por que me preparais uma armadilha? Mostrai-me a moeda do imposto!” Levaram-lhe então a moeda.

E Jesus disse: “De quem é a figura e a inscrição desta moeda?” Eles responderam: “De César”. Jesus então lhes disse: “Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”.

 

28° Domingo do Tempo Comum

11 de outubro de 2020

Naquele tempo, Jesus voltou a falar em parábolas aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo, dizendo: “O Reino dos Céus é como a história do rei que preparou a festa de casamento do seu filho. E mandou os seus empregados para chamar os convidados para a festa, mas estes não quiseram ir. 

27° Domingo do Tempo Comum

04 de outubro de 2020

Então Jesus lhes disse: “Vós nunca lestes nas Escrituras: ‘A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular; isto foi feito pelo Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos?’

Por isso, eu vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos”.

26° Domingo do Tempo Comum

27 de setembro de 2020

Jesus disse aos sacerdotes e anciãos do povo: “Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, ele disse: ‘Filho, vai trabalhar hoje na vinha!’ O filho respondeu: ‘Não quero’. Mas depois mudou de opinião e foi. O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa. Este respondeu: ‘Sim, senhor, eu vou’. Mas não foi. Qual dos dois fez a vontade do pai?”

Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: “O primeiro”.

25° Domingo do Tempo Comum

20 de setembro de 2020

Então o patrão disse a um deles: ‘Amigo, eu não fui injusto contigo. Não combinamos uma moeda de prata? Toma o que é teu e volta para casa! Eu quero dar a este que foi contratado por último o mesmo que dei a ti. Por acaso não tenho o direito de fazer o que quero com aquilo que me pertence? Ou estás com inveja, porque estou sendo bom?’

Assim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos”.

24° Domingo do Tempo Comum

13 de setembro de 2020

Naquele tempo, Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?”

Jesus respondeu: “Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.

23° Domingo do Tempo Comum

06 de setembro de 2020

Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. De novo, eu vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isso lhes será concedido por meu Pai que está nos céus. Pois, onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou aí, no meio deles”.

22° Domingo do Tempo Comum

30 de agosto de 2020

Então Jesus disse aos discípulos: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. Pois, quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la. De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida? O que poderá alguém dar em troca de sua vida? 

21° Domingo do Tempo Comum

23 de agosto de 2020

Por isso, eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

20° Domingo do Tempo Comum | Solenidade da Assunção de Maria

16 de agosto de 2020

Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam. 

19° Domingo do Tempo Comum

09 de agosto de 2020

Então Pedro lhe disse: “Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água”. E Jesus respondeu: “Vem!” Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus. Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?”

18° Domingo do Tempo Comum

02 de agosto de 2020

Jesus mandou que as multidões se sentassem na grama. Então pegou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos para o céu e pronunciou a bênção. Em seguida, partiu os pães e os deu aos discípulos. Os discípulos os distribuíram às multidões. Todos comeram e ficaram satisfeitos, e, dos pedaços que sobraram, recolheram ainda doze cestos cheios. E os que haviam comido eram mais ou menos cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças.

17° Domingo do Tempo Comum

26 de julho de 2020

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo. Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam.

16° Domingo do Tempo Comum

19 de julho de 2020

  Naquele tempo, Jesus contou outra parábola à multidão: “O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora. Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. 

15° Domingo do Tempo Comum

12 de julho de 2020

 “O semeador saiu para semear. Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os pássaros vieram e as comeram. Outras sementes caíram em terreno pedregoso, onde não havia muita terra. As sementes logo brotaram, porque a terra não era profunda. Mas, quando o sol apareceu, as plantas ficaram queimadas e secaram, porque não tinham raiz. Outras sementes caíram no meio dos espinhos. Os espinhos cresceram e sufocaram as plantas. Outras sementes, porém, caíram em terra boa, e produziram à base de cem, de sessenta e de trinta frutos por semente. Quem tem ouvidos, ouça!”

14° Domingo do Tempo Comum

05 de julho de 2020

Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.  Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.

Solenidade dos Apóstolos Pedro e Paulo

28 de junho de 2020

Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

12° Domingo do Tempo Comum

21 de junho de 2020

Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. Quanto a vós, até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais. 

11° Domingo do Tempo Comum

14 de junho de 2020

Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: ”A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!”

Solenidade da Santíssima Trindade

07 de junho de 2020

Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. Quem nele crê, não é condenado, mas quem não crê, já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito.

Solenidade de Pentecostes

31 de maio de 2020

Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem não os perdoardes, eles lhes serão retidos”. 

Solenidade da Ascensão do Senhor

24 de maio de 2020

Então Jesus aproximou-se e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo”.

6° Domingo de Páscoa

17 de maio de 2020

oração

Se me amais, guardareis os meus mandamentos, e eu rogarei ao Pai, e ele vos dará um outro Defensor, para que permaneça sempre convosco: o Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não o vê nem o conhece. Vós o conheceis, porque ele permanece junto de vós e estará dentro de vós. Não vos deixarei órfãos.

5° Domingo de Páscoa

10 de maio de 2020

Tomé disse a Jesus: “Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?” Jesus respondeu: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”.

4° Domingo de Páscoa

03 de maio de 2020

“Em verdade, em verdade vos digo, eu sou a porta das ovelhas. Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem. O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

3° Domingo de Páscoa

26 de abril de 2020

Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!” Jesus entrou para ficar com eles. Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e lhes distribuía.

Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles. Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho, e nos explicava as Escrituras?”

2° Domingo de Páscoa

19 de abril de 2020

Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”.

Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor.

Domingo de Páscoa

12 de abril de 2020

Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.

Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou. De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor

05 de abril de 2020

Logo pela manhã, os sumos sacerdotes, com os anciãos, os mestres da Lei e todo o Sinédrio, reuniram-se e tomaram uma decisão. Levaram Jesus amarrado e o entregaram a Pilatos. E Pilatos o interrogou:

“Tu és o rei dos judeus?”

Jesus respondeu:

— “Tu o dizes”.


5º Domingo da Quaresma

29 de março de 2020

Tiraram então a pedra. Jesus levantou os olhos para o alto e disse: “Pai, eu te dou graças porque me ouviste. Eu sei que sempre me escutas. Mas digo isto por causa do povo que me rodeia, para que creia que tu me enviaste”. Tendo dito isso, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” 


4º Domingo da Quaresma

23 de março de 2020

Cura do Cego

“Vai lavar-te na piscina de Siloé” (que quer dizer: Enviado). O cego foi, lavou-se e voltou enxergando. Os vizinhos e os que costumavam ver o cego — pois ele era mendigo — diziam: “Não é aquele que ficava pedindo esmola?” Uns diziam: “Sim, é ele!” Outros afirmavam: “Não é ele, mas alguém parecido com ele”. Ele, porém, dizia: “Sou eu mesmo!”


3º Domingo da Quaresma

15 de março de 2020

Respondeu Jesus: “Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna”.

A mulher disse a Jesus: “Senhor, dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha de vir aqui para tirá-la”.


1º Domingo da Quaresma

01 de março de 2020

Naquele tempo, o Espírito conduziu Jesus ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Jesus jejuou durante quarenta dias e quarenta noites, e, depois disso, teve fome. Então, o tentador aproximou-se e disse a Jesus: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães!” Mas Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus’”.

7º Domingo do Tempo Comum

23 de fevereiro de 2020

Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele! Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado. Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!

6º Domingo do Tempo Comum

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Eu vos digo: Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus.

5º Domingo do Tempo Comum

09 de fevereiro de 2020

Sal e Luz

Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal perde seu sabor, com que se salgará? Não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e pisado pelas pessoas. Vós sois a luz do mundo.

Apresentação do Senhor

02 de fevereiro de 2020

Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; porque meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”

Santa Mãe de Deus, Maria

31 de dezembro de 2019

Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham visto e ouvido, conforme lhes tinha sido dito. Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser concebido.

Sagrada Família – Jesus, Maria e José

29 de dezembro de 2019

José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito.Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”.

4° Domingo do Advento

22 de dezembro de 2019

“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”. 

3° Domingo do Advento

15 de dezembro de 2019

Jesus respondeu-lhes: “Ide contar a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e os pobres são evangelizados. Feliz aquele que não se escandaliza por causa de mim!”

Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

08 de dezembro de 2019

O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

1º Domingo do Advento

01 de dezembro de 2019

Irmãos: Vós sabeis em que tempo estamos, pois já é hora de despertar. Com efeito, agora a salvação está mais perto de nós do que quando abraçamos a fé… “Vamos subir ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que ele nos mostre seus caminhos e nos ensine a cumprir seus preceitos”; porque de Sião provém a lei e de Jerusalém, a palavra do Senhor. (Is 2,1-2)

SOLENIDADE JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO

24 de novembro de 2019

Hoje, Solenidade de Cristo Rei, celebramos Aquele que é Rei do Universo e o seu reinado significa serviço, seu reinado significa uma dinâmica de vida que se caracteriza por “fazer-se dom”, por viver em doação aos irmãos. Somos chamados a ser como Ele. Viver o nosso batismo e ser rei como Jesus fazendo-se dom para o outro.

 

33º DOMINGO DO TEMPO COMUM

17 de novembro de 2019

 “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ e ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”

 

32º DOMINGO DO TEMPO COMUM

10 de novembro de 2019

Nesta vida, os homens e as mulheres casam-se, mas os que forem julgados dignos da ressurreição dos mortos
e de participar da vida futura, nem eles se casam nem elas se dão em casamento; e já não poderão morrer, pois serão iguais aos anjos, serão filhos de Deus, porque ressuscitaram.

 

31º DOMINGO DO TEMPO COMUM

03 de novembro de 2019

Papa Francisco nos diz: Os Santos são a face mais bonita da Igreja. E de fato eles são. E porque atraem tanta gente? Por que o bom testemunho atrai. O Papa Bento XVI diz que devemos atrair pelo bom testemunho, pelo exemplo de vida. A santidade é uma forma de corresponder ao Amor de Deus. Corresponder como? Com uma vida santa, buscando trilhar os Seus Passos, trilhar a Sua Estrada. 

 

30º DOMINGO DO TEMPO COMUM

28 de outubro de 2019

“Ó Deus, tem piedade de mim, que sou pecador!
Digo-vos: este voltou para casa justificado, e não o outro. Pois todo o que se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

 

29º DOMINGO DO TEMPO COMUM

20 de outubro de 2019

O missionário nutre a sua fé para poder dá-la.  O missionário é aquele que vive uma relação com Deus para depois transmiti-la. Por isso a vida de oração é fundamental para o missionário. O tempo sempre será pouco para tantas coisas que precisamos fazer mas é preciso parar e reservar tempo para a oração. Assim como foi a vida de Jesus. 

 

28º DOMINGO DO TEMPO COMUM

13 de outubro de 2019

Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove, onde estão? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?” E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”.

 

27º DOMINGO DO TEMPO COMUM

06 de outubro de 2019

“Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda, poderíeis dizer a esta amoreira: ‘Arranca-te daqui e planta-te no mar’, e ela vos obedeceria.” A fé como uma atitude de entrega e confiança em Deus realiza grandes coisas. 

 

26º DOMINGO DO TEMPO COMUM

29 de setembro de 2019

‘Filho, lembra-te que tu recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. E, além disso, há um grande abismo entre nós; por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’.

 

25º DOMINGO DO TEMPO COMUM

22 de setembro de 2019

Como estamos administrando os dons que Deus nos deu? Nós estamos utilizando bem o dom que Deus nos deu? Às vezes podemos ser egoístas e não partilhar o que somos e o que temos. Um dia haveremos de comparecer na presença do Senhor e tudo o que acumulamos, vamos deixar. O que a gente leva diante de Deus? Levamos somente aquilo que somos. Para o Senhor não importa o que temos, mas o que somos. 

 

24º DOMINGO DO TEMPO COMUM

15 de setembro de 2019

O filho lhe disse, então: ‘Meu pai, pequei contra o céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho’.
Mas o pai falou aos servos: ‘Trazei-me depressa a melhor veste e vesti-lha, e ponde-lhe um anel no dedo e calçado nos pés.
Este meu filho estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado’. E começaram a festa.

 

23º DOMINGO DO TEMPO COMUM

08 de setembro de 2019

Jesus no evangelho de hoje nos diz o que significa segui-Lo. A vida cristã nada mais é do que caminhar nos passos de Jesus. Jesus nos fala de três condições. A primeira é que O amemos e O coloquemos como prioridade em nossa vida. A segunda condição é estar disposto a carregar a cruz. E a terceira…

 

22º DOMINGO DO TEMPO COMUM

01 de setembro de 2019

“Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”.

 

21º DOMINGO DO TEMPO COMUM

25 de agosto de 2019

Jesus faz uma advertência: Esforcem-se para entrar pela porta estreita. O que é entrar pela porta estreita? Quem é a Porta? Em outra passagem do Evangelho, Jesus disse: Eu sou a Porta. Então, entrar pela porta estreita é buscar justamente tentar viver os valores do Evangelho. A vivência do Evangelho é algo difícil. Mesmo difícil, a proposta do Evangelho é uma proposta que nos levar a ser felizes. 

20º DOMINGO DO TEMPO COMUM

18 de agosto de 2019

A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam.

19º DOMINGO DO TEMPO COMUM

11 de agosto de 2019

“Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do Pai dar a vós o Reino. Vendei vossos bens e dai esmola. Fazei bolsas que não se estraguem, um tesouro no céu que não se acabe; ali o ladrão não chega nem a traça corrói. Porque onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

18º DOMINGO DO TEMPO COMUM

03 de agosto de 2019

“Vaidade das vaidades “, recorda-nos o autor sagrado. Contra a vaidade e a ganância, a Palavra de Deus nos convida a voltar o coração para as coisas do alto, onde está Cristo, nosso refúgio e riqueza.

17º DOMINGO DO TEMPO COMUM

28 de julho de 2019

Quando terminou, um de seus discípulos pediu-lhe:
‘Senhor, ensina-nos a rezar,
como também João ensinou a seus discípulos.’

16º DOMINGO DO TEMPO COMUM

21 de julho de 2019

O Evangelho de hoje é uma parábola que é uma resposta de Jesus a um questionamento de um escriba, de um homem que era conhecedor da Lei.

15º DOMINGO DO TEMPO COMUM

14 de julho de 2019

E Jesus perguntou:
Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem
que caiu nas mãos dos assaltantes?’
Ele respondeu:
‘Aquele que usou de misericórdia para com ele.’
Então Jesus lhe disse: ‘Vai e faze a mesma coisa.’

14º DOMINGO DO TEMPO COMUM

07 de julho de 2019

O Evangelho deste domingo nos chama a trabalhar pelo Evangelho do Cristo, colaborar para que o mundo seja melhor e buscar ter uma palavra de esperança, otimismo e alegria.

DOMINGO – SOLENIDADE DOS APÓSTOLOS PEDRO E PAULO

30 de junho de 2019

O Senhor se dirige e nos pergunta: Quem eu sou para você? Qual o lugar que eu ocupo na sua vida?

Pedro e Paulo responderam com a própria vida, dando o próprio sangue. Eles são para nós estímulo para continuarmos fortes na fé.

DOMINGO – SANTÍSSIMA TRINDADE

16 de junho de 2019

Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade.

DOMINGO DE PENTECOSTES

9 de junho de 2019

Espírito de Deus, enviai dos céus um raio de luz!
Vinde, Pai dos pobres, dai aos corações vossos sete dons.
Consolo que acalma, hóspede da alma, doce alívio, vinde!
No labor descanso, na aflição remanso, no calor aragem.

DOMINGO – ASCENSÃO DO SENHOR

02 de junho de 2019

Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada.

DOMINGO – VI SEMANA DA PÁSCOA

26 de maio de 2019

Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada.

Páginas: 1 2 3