Gotas da Esperança

O Espírito: força da missão

A tarefa da Igreja é evangelizar. Anunciar a boa-nova de Jesus Cristo a todos os povos. Ela é, deste modo, chamada a sair de si, a ir ao encontro de cada pessoa que caminha nas estradas deste mundo, pois como nos afirmara São João Paulo II, o homem é a via da Igreja. A boa-nova da Igreja é, antes de tudo, uma pessoa, Jesus Cristo e o seu papel é ser lugar do encontro com o Senhor, torná-Lo contemporâneo a cada pessoa.

Uma ética da perfeição

O jovem rico do capítulo dezenove de Mateus, depois de ter escutado Jesus, que lhe indica o caminho dos mandamentos como meio para obtenção da vida eterna, recebe d’Ele uma nova resposta, após ter dito ao Mestre o seguinte: ‘“Tudo isso tenho guardado. Que me falta ainda?”

Amar em Cristo: fazer-se dom

Já tivemos oportunidade de afirmar que o amor é a nossa vocação fundamental. Portanto, trata-se de algo que é essencial para o nosso viver, sem o qual o existir humano não encontra sentido e realização. Somos vocacionados para o amor. É somente na medida em que correspondemos a este apelo, que nos tornamos pessoa em plenitude e encontramos o verdadeiro caminho para a felicidade.

A Assunção de Maria é nossa vitória!

A solenidade da Assunção de Nossa Senhora é uma ocasião para proclamarmos com Ela que o Senhor realizou em sua vida maravilhas.

Oração: ser com

Por isso, sempre gostei de definir a oração como um “estar com”, um “permanecer com o Senhor”. Rezamos, não simplesmente para fazer pedidos e súplicas a Deus, mas, antes de tudo, para viver a nossa condição de filhos, procurando estar com o Senhor. Rezamos para nos tornarmos íntimos de Deus e conhecê-Lo com mais profundidade.

Precisamos de Betânia

Cultivar as amizades, propiciar relações autênticas, provocar encontros nos quais é possível falar com liberdade e sem formalidades é uma necessidade da sociedade atual, que vive de papéis e da aparência.  Nesse sentido, é verdadeiramente um tesouro poder contar com possibilidades desse gênero.

A face bela do amor: a compaixão

Como seres chamados a amar, nós nos aperfeiçoamos na medida que crescemos no amor. É nisto que consiste o itinerário de vida espiritual. Ou seja, o progresso na vida interior, ou vida de santidade é crescimento na caridade… São João diz-nos que, quem não ama não conhece a Deus (cf. 1Jo 4,8)


Irradiar a alegria

O nascimento de uma criança é sempre motivo de alegria e isso explica porque celebramos a festa litúrgica de São João Batista com tanta festa. Esta se tornou uma realidade que integra a cultura do povo nordestino. A celebração transbordou o espaço litúrgico e foi para as ruas.


Ensinai-nos a contar nossos dias

A vida exige arte, aprendizado para que bem a trilhemos e a aproveitemos. É bom escutar aqueles que já percorreram muito caminho e, sobretudo, a voz de Deus, que se torna próxima a nós nas Sagradas Escrituras.


O que é o amor

O nosso corpo é um verdadeiro microcosmo, uma realidade complexa e a compreensão do seu dinamismo fez com que a ciência se especializasse em vários ramos para não somente entender o seu funcionamento


O sentido esponsal do corpo

“O homem não pode viver sem amor. Ele permanece para si próprio um ser incompreensível e a sua vida é destituída de sentido, se não lhe for revelado o amor, se ele não se encontra com o amor, se o não experimenta e se o não torna algo seu próprio, se nele não participa vivamente”